quarta-feira, 6 de outubro de 2010

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Mais um desaparecido

José Deilson de Oliveira, 68 anos, visto pela última vez na Quinta-feira, 02/Set/2010, nas imediações de seu sítio na estrada do Pirassununga, em Caraguatatuba. Tem doença que compromete sua memória (Alzheimer)!. Vestia camisa branca social, calça preta social e botas. Tinha ainda duas pochetes com óculos e documentos.

Qualquer informação, ligar a cobrar: (12) 8143.3316, (12) 3881.1556, (11) 8560.3862, (11) 4335.7601, (11) 9402.8039, (14) 8117.3410 – 11.8249.0594 ou. Por favor, ajudem a divulgar e orem para o encontrarmos. Toda a família e amigos estão muito aflitos.


Carol

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Sem noticias

oi gente

bom tenho tantado vir aqui sempre que encontro novidd... aós uma ano do termino do nosso tcc, entrei em contato com a jucianne, ela foi a personagem principal no do nosso tcc...
ela m contou que ñ recebeu mais nenhuma noticia da mãe dela, mas disse que não perdeu a fé.

"Confesso que no meu coração há muita esperança, fé! Mais por outro lado não posso ser hipócrita! Existem sim muitos dias em que a realidade quer superar a fé (pois fé é a firme certeza(convicção) daquilo que não se pode ver mais se ESPERA). Contudo mais uma vez confesso sem medo:
_ Sei em quem tenho crido!"

ela m mandou tb o endereço do blog dela, quem se vcs estiverm a fim de ver: sueila-desaparecida@blogspot.com


é isso, fuii
carol

sábado, 7 de agosto de 2010

mais um desaparecido

Luciana Franco está à procura de seu pai Edson Aparecido Franco Costa, de 51 anos, que desapareceu da Fazenda Tabor, na Rodovia Mogi-Dutra, Km 42, em Mogi das Cruzes, onde estava internado em tratamento para dependência de álcool

Edson tem cabelos grisalhos, mede 1,75 m de altura e pesa 65 kg. Na última vez em que foi visto, ele trajava calça jeans e blusa escura. Quem souber de seu paradeiro, favor contatar familiares pelos telefones (11) 2475-3217; 9575-1717 (Alan Franco). (11) 9523-4105; 2405-
3898 (Donizete Franco) ou (11) 2312-0161; 9175-6010 (Fabiana Franco).

carol

segunda-feira, 5 de julho de 2010

reportagem tv

vale a pena vr essa reportagem: http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1294927-7823-MENINA+DE+ANOS+E+REENCONTRADA+EM+SAPOPEMBA,00.html

bjs

caroline teberga

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Playcenter recebe Mães da Sé

O Playcenter receberá nesse domingo, dia 30 de maio, o ABCD da Esperança, mais conhecida como Mães da Sé. O evento tem como objetivo arrecadar fundos para o trabalho desenvolvido pela Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas.

Além das 35 atrações do Parque, o público ainda contará com diversos nomes da música brasileira, como Leio Maia, e com presença dos BBBs Angélica, Dicesar e Uillian, além de DJs e mestres de cerimônia apoiadores desta causa.

A Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas é uma entidade sem fins lucrativos, que congrega familiares e amigos de pessoas desaparecidas. Em pouco mais de 14 anos de existência, conseguiu resgatar em todo Brasil aproximadamente 15% dos 9 mil casos de pessoas desaparecidas, cadastradas na Associação. No entanto, mais de 200 mil pessoas desaparecem por ano no Brasil.

A renda desse evento será revertida para a Associação continuar o trabalho de busca e de apoio às famílias dos desaparecidos.
Data: 30 de maio de 2010
Horário: das 11h às 20h
Local: Parque Playcenter
Rua José Gomes Falcão 20 – Barra Funda (transporte gratuito do metrô Barra Funda)

Caroline Teberga

terça-feira, 2 de março de 2010

Será que agora vai?

O Ministério da Justiça lançou no dia 26 de fevereiro um novo cadastro de desaparecidos. Desde 2002, o Brasil já contava com o serviço, mas ele só trazia informações e fotografias de crianças e adolescentes. A novidade é que a partir de agora ele passa a incluir pessoas de qualquer idade.

*** Outra novidade é que a partir de junho passa a funcionar o banco de dados de DNA, que vai facilitar a identificação de qualquer pessoa desaparecida.

*** Em oito anos de existência, o cadastro já registrou mais de mil e duzentos casos: desses, 40% fugiram de casa e 15% foram sequestros dentro da família ou casos de separação em que o pai ou a mãe levou o filho embora sem o consentimento do outro.

*** Quem tiver um caso desses na família, deve acessar o site sobre pessoas desaparecidas e preencher um formulário. Os dados são enviados para um sistema integrado, onde policiais e juízes de todo o país têm acesso. A página é desaparecidos.mj.gov.br


Caroline Teberga